O Instituto Histórico e Geográfico de Piracicaba (IHGP) promove, nesta sexta-feira, dia 11, uma sessão magna oficial e estatutária para celebrar os aniversários de 250 anos do município e de 50 anos da instituição que é “a guardiã da história da cidade”. A solene ocorre no anfiteatro da Associação Comercial e Industrial de Piracicaba (Acipi), às 19h30.

Na programação do evento haverá uma saudação do orador do instituto (Gustavo Jacques Dias Alvim), a palestra “Corpo de Bombeiros; 61 Anos de História em Piracicaba (ministrada pelo bombeiro Guaracy Ribeiro Filho), a entrega do Diploma Empresa Amiga do IHGP (a Gazeta de Piracicaba será uma das quatro homenageadas com a honraria) e do Diploma de Mérito Cultural (ao jornalista e escritor Cecílio Elias Netto e ao senador ítalo-brasileiro Fausto Longo). Ao final, será realizado um coquetel.

“O IHGP foi fundado no bicentenário de Piracicaba, em 1967. O instituto surgiu da preocupação de historiadores e de uma ala de intelectuais que gostariam que a história da cidade fosse devidamente arquivada”, conta Valdiza Maria Capranico, presidente do IHGP na gestão 2016/2018.

A mandatária do IHGP destaca que o instituto possui um extenso e valioso arquivo – jornais desde 1880, revistas, fotografias, documentos e outros itens. E que existe um projeto de digitalização deste acervo. “Uma parte muito pequena foi digitalizada, pois ainda não conseguimos empresas para apoiar esse grande projeto. Mas estamos à procura de empresários interessados em preservar e eternizar a história de Piracicaba”.

Valdiza ressalta que, em razão do aniversário de Piracicaba, o IHGP registrou um aumento de 90% no número de visitantes interessados em pesquisas e informações históricas. “Neste ano, estamos tendo uma procura enorme por parte de historiadores, jornalistas, radialistas, pesquisadores e interessados em geral. Todo dia tem gente pesquisando o nosso arquivo”, salienta. “Essa procura nos honra profundamente”, acrescenta.

Ainda em celebração aos 250 anos de Piracicaba, a presidente do IHGP destaca que uma parte do acervo fotográfico do instituto integra duas exposições itinerantes que, desde o primeiro semestre, estão desembarcando em diferentes espaços da cidade. São as mostras “Piracicaba – Passado e Presente” e “Bairros de Piracicaba (Tanquã e Tupi)”. Elas já foram exibidas na Biblioteca Municipal Ricardo Ferraz de Arruda Pinto, no Shopping Piracicaba, na Fatep e no Clube Cristóvão Colombo. “E neste momento estão no Museu da Esalq (Escola Supertior de Agricultura Luiz de Queiroz) e na rodoviária”, frisa Valdiza.

E a cerimônia desta noite ainda rende agradecimentos a todos os ex-gestores do IHGP. “Afinal, são 50 anos de trabalho exclusivamente voluntário de todas as diretorias”, diz Valdiza, que é o 21º presidente do instituto.

Fonte: Gazeta de Piracicaba